Desenho Institucional e Accountability: Pressupostos Normativos da Teoria Minimalista

PRIMEIRA PARTE

  • O interesse coletivo e o problema da agregação de preferências: a discussão pós-schumpeteriana

Na doutrina clássica da democracia, consolidada no século XVIII, o fim último da democracia seria alcançar o bem comum. Para Schumpeter (1984), não haveria algo consensual que possamos chamar de “bem comum. A “vontade geral” é uma consequência do ordenamento político e não sua causa. Continue reading

Por Uma Outra Globalização: A Transição Em Marcha

Introdução

Não se pode dizer que a globalização seja semelhante às ondas anteriores porque as condições de sua realização mudaram radicalmente. Todavia, para entender o processo que conduziu à globalização atual, é necessário levar em conta dois elementos fundamentais: o estado das técnicas e o estado da política. Nunca houve separação entre as duas coisas. Continue reading

Como as Democracias Morrem: Introdução

A democracia norte-americana está em perigo? Essa é uma pergunta que nós nunca pensamos que faríamos. Para nós, tem sido uma obsessão estudar como e por que as democracias morrem. Agora, contudo, voltamos a atenção para o nosso próprio país. Continue reading

Um Toque de Clássicos: Introdução

INTRODUÇÃO

A marca da Europa moderna foi a instabilidade, expressa na forma de crises nos diversos âmbitos da vida material, cultural e moral. Foi no cerne dessas turbulências que nasceu a Sociologia enquanto um modo de interpretação chamado a explicar o “caos” até certo ponto assustador em que a sociedade parecia haver-se tornado. Continue reading