Navegantes, Bandeirantes, Diplomatas: O Barão da República

COMPARTILHE:
Share

11.1 Rio Branco: a obra de uma vida

Em 1876, com trinta anos, inicia uma longa carreira diplomática em Liverpool o futuro Barão do Rio Branco, José Maria da Silva Paranhos Jr. Em 1902, foi convidado por Rodrigues Alves para ser Ministro das Relações Exteriores. Permaneceu no cargo durante quase dez anos, servindo a mais três Presidentes: Afonso Pena, Nilo Peçanha e Hermes da Fonseca. Faleceu em 1912 em seu gabinete no Palácio do Itamaraty. Continue reading