As Etapas do Pensamento Sociológico: Vilfredo Pareto – Resíduos e Derivações

COMPARTILHE:
Share

A teoria dos resíduos leva a uma classificação que se apresenta como uma espécie de análise teórica da natureza humana para uso dos sociólogos. Pareto distingue, inicialmente, seis classes de resíduos:  “instinto das combinações”; “persistência dos agregados”; Continue reading

As Etapas do Pensamento Sociológico: Vilfredo Pareto – Das Expressões Aos Sentimentos

COMPARTILHE:
Share

Os dados do problema do estudo lógico ou científico das ações não-lógicas podem ser representados pela figura seguinte, que encontramos no capítulo II do “Traité de sociologie générale”: Continue reading

As Etapas do Pensamento Sociológico: Vilfredo Pareto – A Ação Não-Lógica e a Ciência

COMPARTILHE:
Share

A ação não-lógica e a ciência

A compreensão do sistema de Pareto exige uma interpretação rigorosa dos conceitos de ação lógica e ação não-lógica. Continue reading

As Etapas do Pensamento Sociológico: Os Sociólogos e a Revolução de 1848

COMPARTILHE:
Share

É interessante, sob vários aspectos, estudar a atitude de Auguste Comte, Marx e Tocqueville em relação à Revolução de 1848. No curso do período 1848-51 sucederam-se a dominação temporária de um governo provisório, no qual a influência socialista era forte; a luta entre a Assembleia Constituinte e o povo de Paris; Continue reading

As Etapas do Pensamento Sociológico: Auguste Comte – Da Filosofia à Religião

COMPARTILHE:
Share

O sociólogo da unidade humana, Auguste Comte, tem um ponto de vista filosófico, que comanda a fundação da sociologia. A vinculação indissolúvel entre filosofia e sociologia resulta do princípio do seu pensamento, isto é, a afirmação da unidade humana, que implica uma determinada concepção do homem, da sua natureza, da sua vocação, da relação entre indivíduo e coletividade. Continue reading