História Geral da África, I – Os Homens Fósseis Africanos

COMPARTILHE:
Share

Este é o resumo de Os Homens Fósseis Africanos, capítulo 18 de História Geral da África, organizada pela UNESCO. Boa leitura!

África, o berço da humanidade

Há boas razões para se acreditar que a África seja o continente onde os hominídeos surgiram pela primeira vez e onde desenvolveram a postura ereta e o bipedismo, elementos decisivos à sua adaptação. Seria interessante comentar as razões pelas quais certas partes, da África são tão ricas em testemunhos pré-históricos. A primeira é a diversidade de habitats. O continente é vasto, estendendo-se acima e abaixo do Equador até as zonas temperadas do norte e do sul. Quando uma determinada área se tornava muito quente ou fria, era possível migrar para ambientes mais apropriados. Continue reading

Brasil: Uma Biografia – Toma Lá Dá Cá: O Sistema Escravocrata e a Naturalização da Violência

COMPARTILHE:
Share
Resumo de Toma Lá Dá Cá: O Sistema Escravocrata e a Naturalização da Violência, capítulo 3 de Brasil: Uma Biografia, obra de Lilia Schwarcz e Heloisa Starling. Boa leitura!

O TRÁFICO DE VIVENTES

O jesuíta Antonil definiu os escravos como “as mãos e os pés do senhor do engenho porque sem eles no Brasil não é possível fazer, conservar e aumentar fazenda, nem ter engenho corrente”. Os escravos chegaram a constituir, em regiões como o Recôncavo, na Bahia, mais de 75% da população. Poucos foram os povos que deixaram de conviver com o sistema escravocrata. Nas antigas civilizações o trabalho compulsório não significava a principal força para a produção de bens e realização de serviços. Mesmo com o declínio do Império Romano e a concentração de cativos nas tarefas domésticas, o sistema se manteve vigente.

Continue reading

História Geral da África, I – A Hominização: Problemas Gerais

COMPARTILHE:
Share

 

 

Este é o resumo das duas partes de A hominização: problemas gerais, capítulo 17 de História Geral da África. Boa leitura!

A hominização: problemas gerais PARTE I

Os dados paleontológicos

O homem é um mamífero, mais exatamente, um mamífero placentário. Pertence à ordem dos Primatas.

Critérios paleontológicos Continue reading

História Geral da África, I: Os Métodos Interdisciplinares Utilizados Nesta Obra

COMPARTILHE:
Share

Este é o resumo de Os Métodos Interdisciplinares Utilizados Nesta Obra, capítulo 15 de História Geral da África.

A interdisciplinaridade

A interdisciplinaridade na pesquisa histórica é um tema em voga. Mas sua aplicação torna-se difícil, quer pela disparidade das metodologias próprias de cada disciplina, quer pela influência dos hábitos particularistas em que se acham enquistados os próprios pesquisadores, zelosos de manter uma espécie de soberania territorial epistemológica. Essa tendência à especialização já se faz sentir na própria apresentação dos resultados da pesquisa, que continua a distinguir na vida de um povo, em capítulos bem isolados, a vida econômica, a sociedade, a cultura, etc. Quando, porventura, se tenta uma abordagem interdisciplinar, frequentemente ela se faz em termos de fagocitose. Continue reading

Modernidade Líquida: Individualidade

COMPARTILHE:
Share

Este é o resumo de Individualidade – segundo capítulo de Modernidade Líquida, obra de Zygmunt Bauman. Bom estudo!

Há não mais de 50 anos a disputa sobre a essência dos prognósticos populares, sobre o que se deveria temer e sobre os tipos de horrores que o futuro estava fadado a trazer se não fosse parado a tempo, se travava entre o Brave New World de Aldous Huxley e o 1984 de George Orwell. A visão de pesadelo que assombrava os dois escritores era a de homens e mulheres que não mais controlavam suas próprias vidas. Huxley e Orwell não podiam conceber uma sociedade sem administradores, projetistas e supervisores que em conjunto escreviam o roteiro que outros deveriam seguir. Não podiam imaginar um mundo sem torres e mesas de controle. Continue reading