História Geral da África, I: As Fontes Escritas a Partir do Século XV

COMPARTILHE:
Share

No final do século XV e princípio do século XVI, ocorreram transformações no caráter, proveniência e volume das fontes escritas para a história da África. Observa-se, em relação ao período precedente, um certo número de novas tendências na produção desse material. Continue reading

História Geral da África, I: As Fontes Escritas Anteriores Ao Século XV

COMPARTILHE:
Share

Problemas gerais

Não existe até o momento, nenhum estudo do conjunto das fontes escritas da história da África. Os raros estudos realizados têm sido associados a campos específicos da pesquisa científica. Assim, o Egito faraônico é domínio do egiptólogo, o Egito ptolomaico e romano, do classicista, o Egito muçulmano do islamista: três períodos, três especialidades, das quais apenas uma se origina do que é especificamente egípcio. O domínio da África negra, também variado, abrange diferentes línguas e especialidades. O historiador da África negra, ao examinar um documento escrito em árabe, não o faz da mesma maneira que o historiador do Magreb, ou que o historiador do Islã em geral. Continue reading

História Geral da África, I: Fontes e Técnicas Específicas da História da África – Panorama Geral

COMPARTILHE:
Share

As regras gerais da crítica histórica, que fazem da história uma técnica do documento, e o espírito histórico, que pede o estudo da sociedade humana em sua caminhada através dos tempos, são aquisições fundamentais utilizáveis por todos os historiadores, em qualquer país. O esquecimento desse postulado manteve durante muito tempo os povos africanos fora do campo dos historiadores ocidentais, para quem a Europa era, em si mesma, toda a história. Na realidade, o que estava subjacente era a crença persistente na inexistência de uma história na África, dada a ausência de textos e de uma arqueologia monumental. Continue reading

Era dos Extremos: Rumo ao Milênio

COMPARTILHE:
Share

I

O Breve Século XX acabou em problemas para os quais ninguém tinha soluções. Pela primeira vez em dois séculos, faltava inteiramente ao mundo da década 1990 qualquer sistema ou estrutura internacional. Onde estavam os vencedores da Primeira Guerra Mundial que supervisionavam o novo desenho do mapa da Europa e do mundo? Se a natureza dos atores no cenário internacional não era clara, o mesmo se dava com a natureza dos perigos que o mundo enfrentava. Continue reading

Era dos Extremos: Feiticeiros e Aprendizes – As Ciências Naturais

COMPARTILHE:
Share

I

Nenhum período da história foi mais penetrado pelas ciências naturais nem mais dependente delas do que o século XX. Contudo, nenhum período, desde a retratação de Galileu, se sentiu menos à vontade com elas. Este é o paradoxo que tem de enfrentar o historiador do século. Continue reading