Todos os capítulos de Era dos Extremos resumidos!

COMPARTILHE:
Share

 

Começamos 2021 terminando de resumir todos os capítulos de Era dos Extremos, de Eric Hobsbawm, confira clicando aqui!

É o 13º título totalmente resumido disponível aqui no Resumo da Obra. A lista completa, com obras de Norberto Bobbio, Milton Santos, Foucault e outros, podem ser encontradas na aba LIVROS CONCLUÍDOS.

Apoie o site: envie um PIX para rolfacs@yahoo.com.br e ajude o site que recém completou OITO anos de existência.

Abraço e boa semana a todos.

Rolf

Era dos Extremos: Rumo ao Milênio

COMPARTILHE:
Share

I

O Breve Século XX acabou em problemas para os quais ninguém tinha soluções. Pela primeira vez em dois séculos, faltava inteiramente ao mundo da década 1990 qualquer sistema ou estrutura internacional. Onde estavam os vencedores da Primeira Guerra Mundial que supervisionavam o novo desenho do mapa da Europa e do mundo? Se a natureza dos atores no cenário internacional não era clara, o mesmo se dava com a natureza dos perigos que o mundo enfrentava. Continue reading

Era dos Extremos: Feiticeiros e Aprendizes – As Ciências Naturais

COMPARTILHE:
Share

I

Nenhum período da história foi mais penetrado pelas ciências naturais nem mais dependente delas do que o século XX. Contudo, nenhum período, desde a retratação de Galileu, se sentiu menos à vontade com elas. Este é o paradoxo que tem de enfrentar o historiador do século. Continue reading

Era dos Extremos: Morre a Vanguarda: As Artes Após 1950

COMPARTILHE:
Share

I

A tecnologia revolucionou as artes tornando-as onipresentes. O rádio já levara os sons à maioria das casas no mundo desenvolvido, mas o que o tornou universal foi o transistor, que o fez pequeno e portátil, e a bateria elétrica de longa duração, que o fez independente das redes oficiais (ou seja, basicamente urbanas) de energia elétrica. A televisão domesticou a imagem em movimento. Continue reading

Era dos Extremos: Fim do Socialismo

COMPARTILHE:
Share

I

O comunismo chinês não pode ser encarado simplesmente como parte do sistema de satélites soviético. A China formara uma unidade política única provavelmente por um período de no mínimo 2 mil anos. Durante a maior parte desses dois milênios o império chinês havia considerado a China o centro e modelo da civilização mundial. Com raras exceções, todos os demais países onde triunfaram regimes comunistas, da URSS em diante, eram e viam-se como culturalmente atrasados e marginais, em relação a algum centro avançado e paradigmático de civilização. Continue reading