História Geral da África, I: Classificação das Línguas da África e Mapa Linguístico da África

COMPARTILHE:
Share

 

Resumo de Classificação das Línguas da África e Mapa Linguístico da África, capítulo 12 de História Geral da África, obra organizada pela UNESCO. Boa leitura!

PARTE I: Classificação das línguas da África

As línguas podem ser classificadas de infinitas maneiras. Um método particular, porém, comumente chamado de método de classificação genética, possui características singulares e importantes, de modo que ao empregarmos o termo “classificação” sem outras especificações em relação à língua, estaremos referindo-nos a este tipo de classificação. Continue reading

História Geral da África, I: Migrações e Diferenciações Étnicas e Linguísticas

COMPARTILHE:
Share

Resumo de Migrações e Diferenciações Étnicas e Linguísticas, capítulo 11 de História Geral da África, obra organizada pela UNESCO. Boa leitura!

Durante muito tempo, os historiadores acreditaram que os povos da África não haviam desenvolvido uma história autônoma. Tudo o que representava uma aquisição cultural parecia ter sido levado até eles do exterior por vagas migratórias vindas da Ásia. Essas teses são encontradas com frequência nos trabalhos de muitos pesquisadores europeus do século XIX. Após a partilha do continente africano entre potências imperialistas, começaram a aparecer em profusão na Inglaterra, França e Alemanha trabalhos que descreviam a vida e os costumes dos povos colonizados. Continue reading

História Geral da África, I: História e Linguística; Teoria Relativa às “Raças” e História da África

COMPARTILHE:
Share

Resumo de História Geral da África – História e Linguística. Aqui estão as duas partes do capítulo 10 do livro organizado pela UNESCO. Boa leitura!

Ciências linguísticas e história

Todas as ciências que têm por objeto a língua e o pensamento podem contribuir para a pesquisa histórica. Continue reading

História da África, I: A Arqueologia da África e Suas Técnicas – Processos de Datação

COMPARTILHE:
Share

Este é o resumo do capítulo 9 de História Geral da África, organizado pela UNESCO. Boa leitura!

Ao descobrir um artefato, o arqueólogo geralmente começa a estudá-lo através de meios puramente arqueológicos, como o registro da camada em que foi encontrado, a leitura do texto que o acompanha, a descrição de sua forma, o cálculo de suas dimensões, etc. Na maioria dos casos, entretanto, o arqueólogo não consegue encontrar os dados capazes de fornecer uma resposta às suas perguntas ou ajudá-lo a chegar a conclusões satisfatórias. Quando isso acontece, ele tem de submeter sua descoberta a outras disciplinas, para completar a investigação. Continue reading

História Geral da África, I: A Tradição Viva

COMPARTILHE:
Share

Resumo de História Geral da África – A Tradição Viva. É o capítulo 8 da obra organizada pela UNESCO. Boa leitura!

Quando falamos de tradição em relação à história africana, referimo-nos à tradição oral, e nenhuma tentativa de penetrar a história e o espírito dos povos africanos terá validade a menos que se apoie nessa herança de conhecimentos de toda espécie, pacientemente transmitidos ao longo dos séculos. Essa herança ainda reside na memória da última geração de grandes depositários, de quem se pode dizer são a memória viva da África. Continue reading